Borbulhantes

Amanhã, 14 de abril, um mês da tragédia, dia de todos nós sermos Marielle

Jornal do Brasil
Borbulhantes
Hildegard Angel

Amanhã é o dia. No 14 de abril, um mês de morte de Marielle, todas nós, mulheres, seremos Marielle Franco. Abraçaremos a mesma causa, vestiremos a mesma luta. Sairemos às ruas, empunharemos bandeiras, vestidas de Marielle. Um turbante, um xale, um colar ou brincos que a evoquem. Símbolo pelas suas propostas, a vereadora da Maré soube seduzir também pela forma. E produziu imagens ricas de beleza, através de uma iconografia expressiva, que reforçou seu conteúdo mítico. Marielle, com inteligência, instrumentalizou os símbolos étnicos da moda afro, o turbante, os panos de cabeça, as cores intensas e estampas, e listras, xales, colares, em prol de seu discurso. Amanhã será dia de lembrá-la. Convocações chegam. O vereador David Miranda convida para o “Amanhecer por Marielle”: “Assim que o sol surgir, 6 horas, vamos amanhecer colorindo praças, em todos os cantos do mundo, em um dia cheio de ações por Marielle e Anderson!”. No Facebook, outro convite: “Vamos caminhar ao som dos tambores, repetir o último percurso que fizeram, saindo da Lapa e indo ao Estácio, onde houve o assassinato de Marielle e Anderson. Junte-se a nós, na concentração às 17h nos Arcos da Lapa. Se pensaram que arrancariam as flores, semearam ainda mais a primavera!”.

Amanhã, 14 de abril, um mês da tragédia, dia de todos nós sermos Marielle

BORBULHANTES

DEPOIS DE, na véspera, ter denunciado corrupção no MPF, atacando o excesso de poder de procuradores e juízes de primeira instância, e de sequer poupar os colegas da Corte, acusando seu “autismo institucional” e seu “populismo constitucional” de terem permitido uma “Constituição de Curitiba”, e por terem feito do STF “cúmplice de grandes patifarias que estão a ocorrer”, o ministro Gilmar Mendes, ontem, continuou em sua quixotesca cruzada contra os moinhos de vento togados... ERA A segunda sessão sobre a admissão dos habeas corpus. Em questão, o HC para o ex-ministro Antonio Palocci, em prisão provisória desde setembro de 2016... GILMAR MENDES subiu mais ainda o tom da véspera. Foi ao clímax no STF, quando condenou as prisões provisórias intermináveis, como forma de se obter delações premiadas: “Não se pode usar prisão provisória para satisfazer perversão pessoal. Delações premiadas de idosos. Isso é tortura!”... ISSO, DEPOIS de ter comparado tais medidas de exceção praticadas pela Lava Jato ao AI-5!... ARGUMENTOS REFORÇADOS pelo ministro Marco Aurélio de Mello, que começou seu voto com a frase: “Presidente (Carmen Lúcia), de bens intencionados o Brasil está cheio” (ops! A frase original é “o inferno está cheio”)... E PROSSEGUIU, exalando sabedoria: “É necessário o respeito à ordem jurídica, principalmente em época de crise. É quando mais precisamos ser ortodoxos à ordem constitucional”... LEMBRANDO SEUS 28 anos de STF, a serem completados em 13 de junho, Marco Aurélio disse que jamais ouviu em um colegiado, naquele principalmente, “proposta de um relator (Fachin) para o jurado indeferir proposta de concessão de ordem - recuso-me a indeferir - a algo que deve ser votado, a concessão de ordem de ofício”... E PROSSEGUIU: “É partir para época de trevas, de justiçamento, para colocar a Justiça em segundo plano”... E DIZENDO que assim estava declarando, para que ficasse registrado para a História: “O Tribunal, que está no ápice da pirâmide, o Tribunal responsável pela higidez, digo para ficar nos anais , potencializa o fim pelo meio, sente-se como não submetido a regras maiores, e estabelece, assenta o critério, mesmo  que conflitante com garantias constitucionais, para mim é a Babel, aonde vamos chegar?”... “PROPONHO A CONCESSÃO da Ordem, para que se relaxe a custódia - prosseguiu -  que de provisória não tem mais nada, a não ser que se queira continuar fragilizando o paciente (o réu), para ele vir a fazer delações, aí será solto de imediato. Coloca-se alguém na cadeia e se fragiliza ao máximo uma pessoa, até que ela entregue cidadãos outros e se livre da cadeia. Para mim isso tem nome: Inquisição”...  GILMAR FAZ um aparte: “Isso é um retorno aos usos das masmorras para obter esse fim. Isso tinha que ser anulado, e está se fazendo à luz do dia. Nem a Carta de 37 chancelaria esse tipo de coisa: prisão provisória para obter delação”... MESMO COM toda essa ênfase, eles saíram perdedores, junto com Toffoli e Lewandowski. Venceram Fachin, Fux, Alexandre, Barroso, Weber, Celso... e Carmen Lúcia, naturalmente... ASSISTIR ÀS sessões do Supremo é mil vezes melhor do que a Sessão da Tarde. Alta dramaturgia... BEM QUE ouvi que estamos em véspera de Copa do Mundo e no Brasil ninguém sabe o nome dos 11 jogadores da Seleção. Mas todo mundo sabe os dos 11 ministros do Supremo... O STF ESTÁ melhor do que futebol, sobretudo quando Suas Excelências entram em alta ebulição de fervura...   OLHA QUE bom motivo para ir a Paraty no 17 de abril. Neste dia, a cidade vai celebrar o Malbec World Day, evento argentino, simultaneamente em 36 cidades do mundo, tendo o vinho da uva malbec como embaixador cultural do país... PARATY SERÁ a única do Brasil que receberá o evento, no La Luna Bistrô de Praia... O MALBEC World Day festeja a chegada da casta francesa em solo argentino.  http://www.malbecworldday.com/... O MPF NÃO É só Lava Jato, ele também é Patrimônio. Preocupado com o estado em que se encontra a Igreja Nossa Senhora D’Ajuda, em Porto Seguro, o Ministério Público recomendou à prefeitura que promova, em 90 dias, o fechamento das ruas de entorno imediato da Igreja... SEGUNDO O IPHAN, o tráfego e o estacionamento de veículos motorizados no local comprometem a integridade estrutural da igreja tombada, primeiro santuário do Brasil. A imagem da Santa chegou em 1549... É O TURISMO predador...

Com João Francisco Werneck