Jornal do Brasil

Comunidade em pauta

Pezão tem que voar de jatinho é para casa

Davison Coutinho, Jornal do Brasil

É inadmissível que nós, cariocas, continuemos a aceitar o nosso governador. Este governo é o mesmo que saqueou e faliu o estado do Rio de Janeiro, liderado por Sérgio Cabral e que hoje deixou de legado seu vice, Pezão e milhares de servidores sem salários, milhares de pessoas sem emprego, universidades e escolas técnicas fechadas e violência nas ruas.

O estado mergulhado em uma crise e seu governador, preocupado unicamente com seu conforto, lançou edital para contratação de táxi aéreo no valor de R$ 2,5 milhões por ano. São quase três meses que os servidores estão sem salários, dependendo de doações para sustento de suas famílias, e o governador preocupado em voar de jatinho. Uma falta de responsabilidade e de humanidade em saber que a população carioca está enfrentando as mais diversas necessidades. O jatinho não deveria ser prioridade. 

Davison Coutinho
Davison Coutinho

Estamos vivendo uma situação de calamidade. A cada hora pessoas perdem seus empregos, perdem suas casas, perdem o direito de estudar, de se alimentar. É inaceitável um povo ser miserável e ter um governador rico. Pior ainda é saber que este governo é o responsável pela crise no Rio de Janeiro, uma herança de Sérgio Cabral que mesmo preso continua a manter a vida de sua família em alto padrão, às custas de um dinheiro que foi roubado da população.

As favelas seguem abandonadas, os jovens sem oportunidade, bibliotecas fechadas e programas sociais encerrados. Como vamos seguir com esse governo? Pezão tem que ir de jatinho sim, mas em uma viagem sem volta e direto para casa do seu melhor amigo, mentor e parceiro político. 

* Davison Coutinho, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel em desenho industrial pela PUC-Rio, Mestre em Design pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade