Jornal do Brasil

Comunidade em pauta

Racismo: mais do que nunca, é fundamental se posicionar

Mônica Francisco *, Jornal do Brasil

Sobre a necessidade de posicionamento em relação a situações que envolvam a temática racial, por parte daqueles ou daquelas que têm uma exposição maior de suas figuras no mundo da mídia, sou amplamente a favor, embora sinta que muitos(as) não entendem a fundamental importância disso no Brasil. 

Mais do que ter pessoas famosas falando sobre assuntos polêmicos e delicados, em um país onde a opinião é formada pela novela do horário do jantar e o sistema de educação tem sérios problemas para manter jovens e adolescentes nas escolas que pouca ou nenhuma atração tem sobre eles(as), posicionamento importa. 

Importa dizer que a cor da pele determina comportamentos hostis em relação a certas pessoas, ainda que seja a pele de filhos (as) de pessoas famosas. 

Importa ter o goleiro Aranha falando sobre o racismo no mundo do futebol, da cantora Ludmilla assumindo seu lindo cabelo e o casal Lázaro e Taís sendo eleitos as pessoas mais influentes do mundo, em um total de 100; em África e na diáspora.

Apesar da negação e das declarações desprovidas de bom senso e que prestam desserviço à questão, seguimos enfrentando a mediocridade nossa de cada dia. 

* Colunista, Consultora na ONG Asplande e Membro da Rede de Instituições do Borel