Jornal do Brasil

Esportes

Buffon enterra sonho de 6ª Copa e confirma despedida

Barzagli, Chiellini e De Rossi também devem deixar a Azzurra

Agência ANSA

Aos 39 anos de idade, o goleiro da Juventus Gianluigi Buffon confirmou que o empate por 0 a 0 com a Suécia, que impediu a classificação da Itália para a Copa do Mundo de 2018, foi sua última partida oficial pela Azzurra.

Sem conter a emoção, o arqueiro não fugiu da imprensa após o vexame no estádio San Siro e se lamentou pelo resultado da partida, que "podia ser importante até em nível social". "Lamento que minha última partida tenha coincidido com a eliminação do Mundial", declarou Buffon ainda no gramado.

O goleiro da Juve tinha o sonho de se tornar o primeiro jogador a disputar seis edições de Copa do Mundo, torneio que ele conquistou em 2006, na Alemanha. É provável que Buffon pendure as luvas ao fim da atual temporada, quando ainda tentará levar a Velha Senhora ao título da Liga dos Campeões.

Ainda no calor do jogo, o ídolo juventino indicou que outras estrelas devem se aposentar da seleção, como os zagueiros Barzagli e Chiellini e o volante De Rossi, que protagonizou uma das cenas que marcaram a partida contra a Suécia - e o próprio trabalho do técnico Gian Piero Ventura.

No segundo tempo, quando a Azzurra corria contra o relógio para abrir o placar, um assistente do treinador falou para De Rossi aquecer, mas o volante se revoltou com o pedido e apontou para o atacante Insigne, destaque do Napoli que esquentava o banco de reservas.

"Não devemos empatar, devemos vencer", bradou o ídolo romanista.