STF retoma julgamento sobre validade da condução coercitiva