Jornal do Brasil

Heloisa Tolipan

Angelina Jolie revela que tentou salvar seu casamento com Brad Pitt por meio do cinema

A atriz contou que convidou o ex para protagonizar "By the sea" ao seu lado para se comunicarem

Karina Kuperman, Jornal do Brasil

Angelina Jolie convidou Brad Pitt para atuar com ela em "By the sea" para tentar salvar o casamento. Pelo menos foi o que a atriz revelou durante uma entrevista ao portal  'Hollywood Reporter'. Direta, Jolie explicou que o cinema sempre foi importante na conexão com o ex. "Nos conhecemos trabalhando juntos e foi uma boa parceria. Eu queria que fizéssemos mais coisas juntos. Pensei que seria uma boa maneira para nos comunicarmos melhor”, disse, referindo-se ao sucesso "Sr. e Sra. Smith", de 2004. 

Brad e Angelina quando se conheceram, em "Sr. e Sra. Smith"
Brad e Angelina quando se conheceram, em "Sr. e Sra. Smith"

Os planos para o filme de 2015, no entanto, não saíram como ela queria. Na trama, Angelina e Brad vivem um casal em crise que resolve ir à um resort no litoral parisiense e, por lá, acabam conhecendo os moradores da região e dois turistas recém-casados. Além de protagonista, Jolie também dirigiu a obra. “Havia um peso durante o processo que não estava ligado ao filme. Uma obra de arte pode ser transformadora ou difícil. Não sei. Mas estou feliz que fizemos o filme, pois exploramos coisas juntos. Pode não ter resolvido algumas situações, mas conseguimos comunicar algo um ao outro", analisou.

Angelina Jolie dirigiu "By the sea", em que contracenou com Brad Pitt
Angelina Jolie dirigiu "By the sea", em que contracenou com Brad Pitt

A atriz pediu o divórcio em setembro de 2016 e, desde então, fez poucos comentários sobre a separação. Brad, no entanto, chegou a assumir a culpa pelo fim do relacionamento de 11 anos. "Aprendi que o homem é quem manda, é quem sabe de tudo. O forte que não tem dúvidas. E esse conceito me deu um soco na cara após o divórcio”, explicou o ator, em entrevista à GQ Style americana. De acordo com Pitt, a bebida também foi um fator de crise na relação. "Eu mal lembro de um dia, desde a faculdade, que eu não estivesse bebendo ou fumando. Era como eu fugia dos meus sentimentos. Quando comecei minha família larguei tudo, menos o álcool. E eu estava bebendo muito. A bebida se tornou um problema", disse ele, que, agora, faz psicoterapia para aprender a demonstrar melhor seus sentimentos. 

Nessa entrevista, Jolie fez também seu mea-culpa. “Durante os últimos dez anos, eu perdi minha mãe, fiz uma mastectomia, depois tirei os ovários após uma ameaça de câncer. Outras coisas difíceis aconteceram durante o período”, lamentou.

De acordo com a revista "Star", Angelina ainda tem o desejo de se reconciliar com o ex, pai de seus seis filhos. Uma fonte do tabloide assegura que a atriz disse aos seus amigos mais próximos que cometeu o pior erro de sua vida ao deixar o ator. "Ela esteve chorando por perdê-lo. Mas Brad não pensa em se reconciliar. Ele acha que a relação está danificada demais para se recuperar". 

Brad e Angelina, quando eram casados
Brad e Angelina, quando eram casados

Desde que anunciaram a separação, nem Brad, nem Angelina assumiram outro relacionamento em público. Agora, o tabloide afirma que os dois podem passar as festas de fim de ano juntos, para estar todos reunidos em família. "O convite está feito, Brad pode passar o Natal em casa com ela e as crianças", revelou o informante.