Jornal do Brasil

Heloisa Tolipan

Após ser solto, Naldo faz show no 18º Batalhão da Polícia Militar

O cantor foi detido na tarde dessa quarta-feira, 6, por violência e porte ilegal de armas

Jornal do Brasil

O cantor e compositor Naldo Benny foi detido no início da tarde desta quarta-feira, 6, em sua casa, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro, por posse ilegal de arma de fogo. O caso começou no último sábado, quando o músico foi denunciado por agressão pela mulher, a ex-dançarina Ellen Cardoso, conhecida como Mulher Moranguinho. De acordo com o depoimento dela, o marido a teria agredido com socos, tapas e puxões de cabelo após uma discussão por ciúmes. Ellen já passou por exame de corpo de delito. Foi ela também quem teria avisado à polícia que Naldo tinha uma arma em casa. Após vistoria na residência do músico, foi encontrada uma pistola calibre 7,65 sem registro e munição. Ele chegou a ser detido e foi encaminhado à delegacia e autuado em flagrante, mas pagou fiança e liberado logo em seguida.

Naldo e Ellen ficaram casados por sete anos
Naldo e Ellen ficaram casados por sete anos

Desde de que foi agredida, Moranguinho deixou a residência onde morava com o marido e entrou com pedido de medida protetiva contra ele. Naldo irá responder por lesão corporal, ameaça e injúria e, se condenado, pode pegar até sete anos de prisão. Segundo a dançarina relatou à delegacia, as agressões do artista já acontecem há sete anos, desde antes do casamento deles, e seriam motivadas por ciúmes. “A Moranguinho está bem abalada emocionalmente, e, no momento, prefere se resguardar. Ela está na casa de uma amiga no Rio de Janeiro, junto com a filha", explicou a assessoria da artista. “Ela perdoou por amor e na esperança de que ele não faria mais”, revelou a porta-voz.

A delegada Viviane Costa, titular da DEAM (Delegacia de Atendimento à Mulher), também comentou o caso: “A esposa dele veio na delegacia e comunicou ter sido vítima de lesão, injúria e ameaça, e verificamos a possibilidade dele ter uma arma não registrada. No mandado de busca, constatamos que ele tinha uma pistola em casa sem registro. Ele foi preso em casa e não esperava. Foi uma discussão por ciúmes em que ele acabou por agredi-la”, contou. Segundo Viviane, Ellen denunciou o marido porque "cansou" das agressões.

Após ser solto no início da tarde desta quarta-feira, Naldo Benny seguiu com sua agenda de compromissos e fez um pequeno show na festa de confraternização de fim do ano dos funcionários do 18º Batalhão da Polícia Militar, em Jacarepaguá. A apresentação aconteceu no Espaço Lonier, em Vargem Pequena. De boné e roupa descontraída, ele cantou alguns de seus sucessos para a plateia de funcionários da polícia. 

Naldo faz show para Polícia Militar
Naldo faz show para Polícia Militar

No mês passado, Ellen chegou a fazer uma postagem enigmática em suas redes sociais, alertando vítimas de violência doméstica. Na publicação, a ela chegou a comemorar decisão da Comissão de Defessa dos Direitos da Mulher em aprovar a proposta que altera a Lei Maria da Penha e prevê pagamento de benefício temporário à mulher vítima de violência.

Vale lembrar que as crises de ciúmes entre eles não são novidade. Há quatro anos, em março de 2013, o casal se estranhou em uma boate em Nova York depois que o cantor reclamou da transparência da roupa da mulher. Na ocasião, Ellen chegou a tirar a roupa para provocar o então marido.