Informe JB

Tanure deixa a Oi

Jornal do Brasil
Informe JB
Jan Theophilo

Depois de começar a se desfazer dos seus papéis na bolsa desde dezembro, o empresário Nelson Tanure zerou sua posição na Oi, que era de quase 5%, e deixou definitivamente a operadora. A Oi é a maior operadora de telefonia fixa e a quarta em telefones celulares. Em novembro passado, a empresa anunciou que havia voltado a lucrar com suas operações no Brasil, após registrar prejuízos sucessivos desde 2015. Segundo balanço então divulgado pela companhia, as operações no país haviam gerado lucro de R$ 218 milhões no terceiro trimestre de 2017, após fecharem o período imediatamente anterior com perdas de R$ 2,9 bilhões. Comenta-se no mercado que um dos principais compradores dos vários lotes teria sido o fundo JGP, dos banqueiros Andre Jarkuski e Arlindo Vergaças. A Oi tem 60% de seu capital pulverizado no mercado. Depois da conversão da divida em capital pelos credores, prevê-se novos rounds na luta pelo controle da operadora.

Sem luz

A Prefeitura de Nova Iguaçu teve a luz cortada essa semana por falta de pagamento. Essa semana o jeito foi apelar para um caminhão gerador que estava estacionado na porta da sede da prefeitura.

Popularidade 1

Só pra rapaziada não esquecer. Esta não será a primeira vez que o deputado Rodrigo Maia se candidata a um cargo majoritário. Em 2012, em uma inacreditável aliança com Clarissa Garotinho, ele foi candidato a prefeito do Rio. Teve 2,94% dos votos.

Popularidade 2

A eleição de Rodrigo Maia deputado federal teve um custo alto para o vereador e ex-prefeito Cesar Maia. Disposto a tudo para eleger o filho, Cesar escanteou diversos nomes de seu grupo político. O que levou muitos a abandonar a canoa cesarista. O caso mais famoso dentre os que deixaram Cesar por sua preferência pelo filho, foi o daquele que era considerado sua melhor criação: o ex-prefeito Eduardo Paes.

Novos nomes

O movimento Renova-BR promove hoje um debate sobre segurança pública apenas para poucos e bons convidados. Entre os 17 nomes do Rio con rma-

dos, há uma certeza: pelo menos a metade deles es- tará na nominata dos candidatos proporcionais na próxima eleição. São eles: o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero, o ex-nadador e comentarista esportivo Luiz Lima, o estilista Carlos Tufvesson e Fred Luz, diretor-geral do Clube de Regatas do Flamengo.

Rosa & espinho

A vereadora Rosa Fernandes ficou uma arara quando leu a nota da coluna que o MDB da Câmara havia “amarrado” o prefeito Crivella, com as bençãos do clã Picciani. Rosa deu dois avisos: “Essa coluna anda muito apimentada (nota da redação: obrigado, Rosa), mas não me julgo farinha do mesmo saco”. Fica o registro.

Mulher é todo dia

O MAR decidiu que manterá até o m do mês a iluminação rosa de sua fachada em homenagem às mulheres. Faz sentido. Poucos museus do Rio tem tantas mulheres em seus quadros como o MAR. Elas formam um percentual de 63% dos colaboradores. Metade das exposições tem curadoria feminina e entre os 18 cargos de liderança [diretoria, gerência e su- pervisão/coordenação], 14 são ocupados por mulheres. Ou seja, 78% desses cargos.

LANCE LIVRE

Cassia Bomeny Galeria inaugura terça-feira, às 18h, a primeira individual de Arnaldo de Melo no Rio. A Nasa promove o Nasa Science Day, com atividades científicas, hoje e amanhã no Rio Design Barra. O neuro cirurgião Carlos Teles e o fisioterapeuta José Vicente Martins Pereira  inauguram terça-feira no Barra Shopping, o Centro Integrado de Reabilitação e clínica de tratamento em Dor. A psicanalista Ana Carolina Lynch fala sobre conflito de gerações e na próxima segunda, no Midrash Centro Cultural.

Com Bernardo de la Peña