Informe JB

Elas querem poder

Jornal do Brasil
Informe JB
Jan Theophilo

N s subterrâneos sombrios do mundo da política, todo mundo sabe que para driblar a exigência legal de um terço de mulheres candidatas, os partidos apelam para os malabarismos mais diversos. Mulheres negras, então, são raridade. Em 2016, elas não representaram nem 1% das candidaturas a prefeito em todo o país e significaram apenas 14,2% dos postulantes às vagas de vereador. Quando se fala de candidatas lésbicas, trans ou indígenas, o número mal sai do traço. Para tentar reverter este quadro o Mídia Ninja lançou um projeto interessante para as eleições deste ano. O grupo vai dar “suporte operativo (design, fotografia, audiovisual, assessoria de imprensa, redes sociais) para campanhas escolhidas via edital e assim romper com a ideia de que mulheres não pertencem à política”. Às senhoras ou senhoritas pré-candidatas que tenham interessa na parceria, basta acessar: http://campanhademulher.org/

Oportunidades 

Algumas das principais agências de comunicação corporativa brasileiras estão fugindo das eleições como o capiroto da cruz. No geral, elas listam três motivos: riscos de imagem; os valores dos contratos, que deixaram de ser atrativos; e, principalmente, o risco de calote.

Comichão... 

A Comlurb e a Fundação Municipal de Parques e Jardins foram condenadas a pagar indenização no valor de R$ 10 mil, a título de danos morais, a dona Walkíria Couto, moradora na Vila da Penha. Ela teve seu apartamento invadido por percevejos oriundos de dois ipês roxos plantados na calçada em frente ao seu prédio. A decisão foi dos desembargadores da 22ª Câmara Cível, que confirmou a condenação na primeira instância.

...e Coçadinha 

Apesar de dona Walkiria reclamar, desde 2010, nem a Comlurb, nem a Fundação se mobilizaram para realizar a poda das árvores ou dedetizar o ambiente. Segundo Walkíria, a infestação de percevejos em todos os cômodos da residência tornou o ambiente, para dizer o mínimo, “repugnante”.

Vai pagar quanto?

Depois de 11 anos de congelamento, as indenizações do DPVAT podem enfim ser reajustadas. O seguro obrigatório contra acidentes de trânsito paga hoje um teto máximo de R$ 13.500 em caso de morte ou invalidez permanente. A Superintendência de Seguros Privados (Susep) tende a acolher proposta da Seguradora Líder que eleva esse teto para R$ 25 mil.

Cumpra-se 

Uma conquista importante no apagar das luzes do recesso da Alerj. Foi aprovada uma nova lei, por iniciativa do deputado Carlos Minc, estabelecendo que a palavra da mulher será suficiente para a abertura de procedimento investigatório em casos de estupro; mesmo com ausência de prova seminal. 

Toniquices 

Desabafo do ator Tonico Pereira, anteontem à noite, no Bar Lagoa: “já fomos chamados de País do futebol, já fomos chamados de País do Carnaval. Mas pelo caminho que estamos trilhando, muito em breve, seremos chamados de País dos Delatores Premiados”.

La donna é mobile 

Como tem gente invejosa nesse mundo. Acredita que o comentário geral na reunião de anteontem da Executiva do PT era sobre o bate e volta que o presidente, Washington Quaquá, o Enver Hoxha de Maricá, estava fazendo na Itália. Pelo visto, sofisticou-se o rapaz.

-----------

LANCE LIVRE

• A Faperj selecionará até 130 propostas de startups, que contemplem os segmentos de games, aplicativos, tecnologias sustentáveis, mídias digitais e aplicações para cidades inteligentes. Os projetos aprovados receberão injeção de R$ 6,5 milhões. Especialista em medicina reprodutiva, Luiz Fernando Dale participa da 34ª Reunião Anual da Sociedade Europeia de Reprodução Humana, em Barcelona