Informe JB

Caça às bruxas

Jornal do Brasil
Informe JB
Jan Theophilo

Alguma coisa anda foram de ordem nos corredores do Ministério das Relações Exteriores. Enquanto alguns diplomatas tidos como rebeldes são postos na geladeira, o Itamaraty segue a linha de promover aos níveis mais elevados da carreira antigos opositores dos governos do PT. O diplomata Julio de Oliveira Silva, foi removido do cargo de vice-cônsul em Nova York após criticar publicamente o governo Temer em um artigo para Carta Capital e desde então está sem função determinada. Outros embaixadores petistas estão sendo expulsos do “circuito Elizabeth Arden” e transferidos para as embaixadas mais sem importância. Por outro lado, nomes como o do diplomata Paulo Roberto de Almeida, que era do quadro especial, a chamada “reserva dos diplomatas”,  acaba de ser promovido a embaixador pelo secretário-geral Samuel Pinheiro Guimarães. Como diz o ditado: pimenta nos olhos dos outros é refresco.

Xiiiiiiii...

No início de junho a Polícia Civil de São Paulo fez uma operação para cumprir mandados de busca contra um esquema de fraudes que envolvia funcionários e ex-funcionários da Telefônica, empresas de fachada, e a Associação Brasileira dos Empregados em Telecomunicações (Abet). O prejuízo à empresa de telefonia foi de R$ 80 milhões. Desde então oito pessoas já foram incriminadas. Entre elas, o presidente da Unimed-RJ, Antônio Romeu Scofano Junior. O processo, que corre no Departamento de Inquéritos da Polícia Judiciária de São Paulo, é o de número 0048578-14.2018.8.260050.

Maria da Penha

Os dados mais recentes dos crimes contra a mulher são preocupantes na Zona Oeste do Rio. Os juizados especializados de Bangu e Campo Grande concentram hoje 60% dos casos do Projeto Violeta, que acelera a concessão de medidas protetivas. Até o mês que vem o TJ lançará a Sala Lilás, um espaço humanizado para atender vítimas de violência doméstica e familiar.

Alô, a Márcia taí?

Amigo da coluna, praticante do kardecismo suíno, tirou o dia para tentar marcar uma operação de catarata com a Márcia, assessora do Bispo Crivella. Foi jogado de um lado para o outro sempre com a mesma pergunta: “É sério?” Depois de passar pelas secretarias de Saúde, Governo, Assistência Social mandaram-no para a Ouvidoria. De onde recebeu um e-mail dizendo que para essa demanda deveria escrever para agendaprefeitocrivella@gmail.com. Oi?

Snowden

Não deixa de ser uma novidade pré-eleitoral. Depois da onda dos telefones antigos, políticos do Rio estão trocando o Whatsapp pelo Telegram. Alegam ser tão mais seguro que o zap que sequer é permitido na Rússia.

Rumo ao Grammy

Preparem-se, o Bispo Crivella vai soltar a voz. Ele será a principal estrela de um show sábado, no Centro de Convenções Sul América, que levantará fundos para a construção do polêmico Memorial do Holocausto, em Botafogo. Os ingressos custam R$ 100, R$ 50 e R$ 20. Não podemos deixar de perder!

Down no high

Os mini-milionários Lucas Jagger e Lucca Bueno tiveram um feio entrevero. Após uma brincadeira de Galvão Bueno, pai de Lucca, a respeito da fama de pé-frio de Mick Jagger, papai de Lucas, este disparou no instagram: “Casagrande é herói. Galvão não”. Rapidamente Lucca deu o troco. “Mick é herói, Lucas não. Chill out, bro”. A dupla, aparentemente, já trocou de bem.

----------

LANCE LIVRE

A escritora e candidata a uma cadeira na ABL Conceição Evaristo, ministrará neste sábado um workshop com o tema “escravivência” no Museu da Escravidão e da Liberdade. A Estácio apresenta a exposição “Solidariedade na Arte: Foco na Educação” no Centro de Visitantes Estácio de Sá, até o dia 29 de Julho. Os quadros serão leiloados em benefício de instituição de crianças com câncer.