Jornal do Brasil

Informe JB

Dr. Carlos Giesta instala novo consultório no Colégio Brasileiro de Cirurgiões

Jornal do Brasil

O professor Carlos Giesta, membro da Academia Nacional de Medicina (ANM) e de centros de estudo de traumato-ortopedia do Brasil e do exterior, depois de 30 anos na Casa de Saúde São Vicente, instalou seu novo consultório no Colégio Brasileiro de Cirurgiões (Rua Visconde Silva, 52, grupo 601).

O professor Giesta, considerado um dos maiores internistas e traumato-ortopedistas do país, preferiu se separar daquela casa, que se transforma num centro comercial de saúde.

Giesta é graduado em Medicina pela UFRJ e Doutor pela Northwestern University, Chicago. Possui ainda livre-docência pela UFRJ e título de Professor Titular da Escola de Medicina e Cirurgia.

Dr. Carlos Giesta
Dr. Carlos Giesta

Em seu vasto currículo, Giesta realizou cursos de aperfeiçoamento em Ribeirão Preto (1963), Toronto (1965), Rio de Janeiro (1967), Wigan (1972), Edimburgo (1972), México (1974), Miami (1974), Davos (1975) e São Paulo (1986).

Exerceu ainda a Chefia do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Municipal Miguel Couto (1972-1976).

Em 1978, foi organizador e Chefe do Serviço de Ortopedia do Hospital Gaffrée Guinle. Coordenador do curso de Pós-graduação em Ortopedia da UFRJ (1979-1987). Entre 1989 e 1997, foi Chefe do Departamento de Cirurgia Geral e Especializada da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. É ainda membro do Conselho Universitário da Universidade do Rio de Janeiro.

Pertence a diversas sociedades científicas, entre as quais: Sociedade Brasileira de Ortopedia; American Academy of Orthopaedic Surgeons; Association for the Study of Internal Fixation; Sociedad Chilena de Ortopedia e Sociedade Argentina de Ortopedia; Colégio Anatômico Brasileiro e Colégio Brasileiro de Cirurgiões.

Autor das monografias: “Condroma Fibromixóide - caracterização do comportamento biológico”; “Picnodisostose - determinação do padrão histopatológico”; “A Patelectomia nas Fraturas Articulares da Rótula”; “Contribuição ao Estudo da Picnodisostose”.

Como Editor Chefe da Revista Brasileira de Ortopedia (1997-2008) a reestruturou e a indexou no SciELO. Atualmente é Editor Emérito da referida Revista.