Informe JB

Crise na Arábia Saudita

Jornal do Brasil

Há informações sobre fortes ligações do genro do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com um príncipe herdeiro que está demitindo e prendendo na Arábia Saudita.

Espera-se que Israel ataque o Hezbollah, que é protegido do Irã. Os estrategistas da China e da Rússia vão proteger o Irã. A demissão do primeiro-ministro libanês, estando ele na Arábia Saudita, é a consciência de que o Líbano será destruído.

Três meses atrás, Trump vendeu para a Arábia Saudita US$ 100 bilhões em armamento bélico. O atual príncipe no poder, que destronou e destruiu o poder dos antigos conservadores príncipes da Arábia Saudita, defende que o país não pode sobreviver de petróleo, e tem que se industrializar.