Jornal do Brasil

País

Presos coveiros que vendiam drogas e ossos em cemitério no AM

Portal Terra

A polícia prendeu dois coveiros que utilizavam um cemitério na zona sul de Manaus para traficar drogas. Os suspeitos, detidos no início da noite de quarta-feira, escondiam o entorpecente dentro das lápides. A polícia ainda suspeita que a dupla também comercializava ossos das pessoas enterradas no local. 

Os coveiros João Bosco de Almeida Magalhães, 49 anos, e Fernando Pereira da Silva, 26 anos, foram presos em flagrante dentro do cemitério São Francisco, localizado no bairro Morro da Liberdade, zona sul da capital amazonense. A prisão foi feita por policiais da força-tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas após informações repassadas pelo telefone 181 do Disque-Denúncia.

Segundo a polícia, moradores vizinhos ao cemitério denunciaram que o local vinha sendo usado para o tráfico de drogas e para o uso de entorpecentes. Quando os policiais chegaram, encontram a droga escondida dentro de lápides. Foram apreendidos 40 porções de pasta base de cocaína e 20 porções de oxi. A polícia também encontrou alguns ossos embalados em jornais.

"Vamos investigar se os suspeitos também vendiam os ossos para estudantes de medicina", disse o investigador Denis Cardoso, chefe de investigação do 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP).