Jornal do Brasil

País

'Times Higher Education': No Brasil, Judith Butler tem encontro com protestos de ódio

Jornal do Brasil

Os ataques contra a filósofa Judith Butler no Brasil ganharam destaque no londrino Times Higher Education. "Na semana passada, no Brasil, onde a professora Butler ajudou a organizar uma conferência no Sesc, uma organização de pesquisa em São Paulo, ela se deparou com um protesto feio no qual ela foi chamada de bruxa e acusada de tentar destruir as identidades de gênero das pessoas e tentar rebaixar os valores do país,"

A filósofa foi alvo de agressão verbal, protestos e perseguição de manifestantes na sexta-feira (10), na área de check-in do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, quando embarcava para os Estados Unidos. Seguranças do aeroporto tiveram que intervir para evitar uma agressão física.

Leading gender scholar met with angry protests in Brazil

Filósofa foi alvo de agressão verbal, protestos e perseguição de manifestantes no Brasil
Filósofa foi alvo de agressão verbal, protestos e perseguição de manifestantes no Brasil

>> Filósofa americana Judith Butler é alvo de protestos no Aeroporto de Congonhas

"Na verdade, a conferência era sobre democracia, e a professora Butler não deu e não planejou dar uma palestra, mas era uma das organizadoras", diz a publicação, assinada por Scott Jaschik.

Francois Soyer, um historiador do período medieval na Universidade de Southampton, escreveu no Twitter, citado pelo Times Higher Education: "Como você sabe se a sua pesquisa está tendo impacto? Quando o povo segurando a Bíblia e crucifixos queima uma efígie sua do lado de fora do seu seminário".