País

No RS, Jair Bolsonaro está à frente de Lula

Jornal do Brasil

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, em parceria com o JORNAL DO BRASIL, apurou intenções de voto no Rio Grande do Sul e mostrou, pela primeira vez no país, o deputado federal Jair Bolsonaro, do PSL, na liderança em todos os cenários, até mesmo quando o nome do  ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva consta da consulta.  No cenário com Lula, o RS é o único estado, até agora, que traz Bolsonaro à frente, com 28,1% dos votos. O ex-presidente vem em seguida com 20,5%. E em terceiro aparecem Ciro Gomes (PDT)  e Marina Silva (Rede), com 6,9% cada. Manuela d´Avila (PCdoB) tem 4,4%.

No cenário sem o ex-presidente Lula, mas com o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), Bolsonaro lidera a pesquisa com 29,4% dos votos. Os que não apontam candidato estão em segundo lugar, com 19,3%. Em terceiro, Ciro empata com Marina,  9,9% cada. Manuela, que em pesquisas gerais tem menos de 3%, aparece em quarto em seu estado, com 7,9%, seguida por Alvaro Dias, do Podemos (7,4%), Geraldo Alckmin, do PSDB,  (5,2%), Haddad (1,6%), Henrique Meirelles, do MDB (1,4%) e João Amoêdo, do Novo (1%). Os pré-candidatos Flávio Rocha, Rodrigo Maia e Levy Fidelix estão abaixo de 1%. 

Num cenário sem Lula e sem Haddad, Bolsonaro lidera com 29,5%, seguido por 19,5% de votos em nenhum candidato. Depois de Ciro, com 10,4% e Marina (10,3%), Manuela D’Ávila sobe para 8,2%, mas se mantém em quarto lugar. Foi utilizada uma amostra de 1.540 eleitores, em entrevistas com eleitores de 16 anos ou mais em 64 municípios durante os dias 6 a 11 de junho de 2018. A amostra atinge um nível de confiança de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,5% para os resultados gerais. A pesquisa está registrada no TSE sob o nº BR-03366/2018 para o cargo de Presidente. 

Os pré-candidatos para governo do Rio Grande do Sul também foram alvo da pesquisa do Instituto Paraná. Em todos os cenários,  o governador Ivo Sartori (MDB) lidera com 28% a 30%, seguido por Eduardo Leite que vai de 11% a 10%. De outro lado, o índice de rejeição de Sartori é de 51,5%, enquanto de Eduardo Leite é de 31,4%. O governo Sartori tem 55,8% de desaprovação. Para senador, Ana Amélia (PP) lidera com 44,5%, seguida por Paulo Paim (PT), com 28,7%.