Jornal do Brasil

Rio

Prefeitura cancela show do cantor Naldo Benny no Réveillon de Copacabana

Cantor foi preso no dia anterior, por agressão à mulher e porte ilegal de arma

Jornal do Brasil

A Prefeitura do Rio de Janeiro informou nesta quinta-feira (7) que cancelou a apresentação que o cantor Naldo Benny faria na Praia de Copacabana, na festa da virada para 2018. 

O cantor se apresentaria no mesmo palco onde estão Anitta, Cidade Negra, Frejat, Belo, DJ Tucho, Ana Petkovic e as baterias da Portela e Mocidade Independente de Padre Miguel.

"Em virtude dos últimos acontecimentos envolvendo o cantor Naldo Benny, a Prefeitura do Rio e a Riotur decidiram cancelar sua apresentação no Réveillon Rio 2018 em Copacabana", informa a nota.

Naldo foi preso nesta quarta-feira (6) em casa, na Freguesia, Zona Oeste do Rio, por porte ilegal de arma, após uma denúncia de agressão à sua mulher, Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho. O cantor foi solto após pagar fiança.

No último sábado (2), Ellen denunciou o cantor de a agredir com socos, tapas e puxões de cabelo após uma discussão por ciúmes. Ellen passou por exame de corpo de delito. 

Ainda segundo a ex-dançarina, Naldo teria uma arma não registrada em casa.

A Delegacia de Atendimento a Mulher (DEAM) Jacarepaguá foi à casa do cantor e realizou buscas. Uma pistola calibre 7,65 sem registro e munição foram encontradas e Naldo foi levado à delegacia. 

Cantor foi preso nesta quarta-feira por agressão e porte ilegal de arma
Cantor foi preso nesta quarta-feira por agressão e porte ilegal de arma