Ciência e Tecnologia

May lamenta a morte de Stephen Hawking, uma "mente brilhante"

Agência AFP

A primeira-ministra britânica Theresa May lamentou nesta quarta-feira a morte do físico britânico Stephen Hawking, que descreveu como uma "mente brilhante e extraordinária".

"O professor Stephen Hawking era uma mente brilhante e extraordinária, um dos grandes cientistas de sua geração. Sua coragem, humor e seu empenho em aproveitar a vida ao máximo foram uma inspiração", escreveu May no Twitter sobre o astrofísico falecido aos 76 anos. "Seu legado não será esquecido", completou May.

"Sua coragem, humor e seu empenho em aproveitar a vida ao máximo foram uma inspiração", escreveu

Hawking faleceu na madrugada de quarta-feira em sua casa em Cambridge, a famosa cidade universitária inglesa, anunciaram seus filhos.

>> Físico britânico Stephen Hawking morre aos 76 anos