Jornal do Brasil

Heloisa Tolipan

Fergie revela vício em drogas: "Muito divertido, até o momento que deixou de ser"

A cantora contou que levou um ano para tirar os elementos químicos da droga de seu cérebro

Jornal do Brasil

Fergie lembrou, em uma entrevista para o programa ENews, do E!, um momento difícil de sua vida. A cantora, que ganhou fama junto aos Black Eyed Peas, revelou ter sofrido vício em drogas e descreveu a experiência como o "ponto mais baixo" de sua vida. "Eu estava sofrendo de psicose e demência induzidas pelos químicos. Eu estava alucinando todos os dias. Demorou um ano para conseguir tirar os elementos químicos da droga do meu cérebro e eu parar de ver coisas.  Eu ficava sentada lá, vendo uma abelha ou um coelho aleatório", disse ela, que, na época, tinha certeza que "o FBI, a CIA e a SWAT" estavam atrás dela e até tentou buscar refúgio em uma igreja.

Fergie
Fergie

Aos 42 anos, Fergie contou que começou a usar drogas - mais precisamente a metanfetamina - quando ainda era adolescente. “A droga era muito divertida… até o momento que deixou de ser. Mas agradeço por isso ter acontecido comigo, porque essa é a minha força, minha fé, minha esperança de algo melhor”. 

Nesse ano, Fergie lançou seu segundo álbum solo, "Double Dutchess". Em setembro, pouco antes de vir ao Brasil para uma série de shows, a cantora anunciou o fim de seu casamento com Josh Duhamel, após oito anos de relacionamento e, em uma entrevista recente, lamentou: "Não era o meu plano. Eu queria ficar casada para sempre. Eu amo o Josh, ele é o pai do meu filho. Vamos ter para sempre essa ligação juntos e estamos fazendo o melhor que conseguimos", explicou, referindo-se ao pequeno Axl Jack, de quatro anos.